10 de jan de 2012

VIAGEM AO DESERTO DE ATACAMA 14º E 15º DIA 1100KM

MINHA FILHA





MINHA ESPOSA





MARIO E FILHO







MARIO EM CAXIAS DO SUL COM A FAMÍLIA




Neste que seria nosso último dia de viagem meu amigo MARIO resolveu ficar em CAXIAS DO SUL na casa de sua irmã, sua mãe e pai também estavam por la, eu resolvi chegar até em casa neste dia, seria uma tocada longa e cansativa, então partimos de Uruguaiana tarde já por volta das 09:00 hrs, o mergulho na piscina e a cerveja na noite passada foi até tarde e a preguiça de manha tomou conta de nós, enfim tomamos o verdadeiro café da manhã, só o Brasil é assim, digo, fartura no café para começar o dia já com bastante energia, algo em que nossos hermanos não costumam a fazer, um verdadeiro café da manhã. Seguimos para SÃO BORJA não abastecemos achamos que até lá não seria preciso, engano nosso, a 17 km de SÃO BORJA as motocas pararam, então se fez útil a gasolina reserva, já era hora de usar mesmo ela ja tinha viajado muito de carona. Após seguimos ate IJUÍ e no trevo da cidade em um posto de combustível eu e meu amigo MARIO nos despedimos com aquele forte abraço de amigo e com a certeza de dever e sonho realizado, seu caminho de agora em diante seria outro. Vá com Deus meu amigo sua família o espera.



Acho que exagerei no café, não podia ver um posto que logo parava, segunda vez na viagem ficar ruim é ruim. Cheguei em VACARIA as 17:45 cansado pra caramba, já havia colocado quase as guampas para fora como dizem os gaúchos, liguei para casa e minha esposa falara que estava chovendo a dias por la ,então pensei, não estou bem é tarde e descer a serra com chuva e a noite só para chegar hoje mesmo e mais cansado não vale o sacrifício, optei em ficar por VACARIA e concluir a viagem logo pela manahã bem cedo. Conclui os 350km finais pela manhã; bem recuperado do gorgomilho e ainda cheguei com o almoço me esperando, não poderia ter sido melhor, adoro andar de moto e viajar, viajar e viajar.



Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou tv. Precisa viajar por si. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sobre o próprio teto.



Um homen precisa viajar para lugares que não conhece, para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como imaginamos e não simplesmente como é ou pode ser; Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos e simplesmente ir VER.

TOTAL DA VIAGEM 7660KM



QUERO AGRADECER A MINHA ESPOSA E FILHA PELO APOIO NA REALIZAÇÃO DE MAIS UM SONHO E QUERO AGRADECER AO MEU AMIGO E PARCEIRO MARIO TAMBÉM INTEGRANTE DESTE BLOGGER PELA CORDIAL COMPANHIA NESTA VIAGEM.













































Nenhum comentário:

Postar um comentário