1 de jan de 2012

VIAGEM AO DESERTO DE ATACAMA 6º DIA 184 KM

RUTA 9 COM 4 METROS DE LARGURA ( SALTA A JUJUY)












CERRO SIETE COLORES



PURMAMARCA




CARNAVAL EM TILCARA








HOTEL EM TILCARA












HOTEL NO MEIO DO DESERTO




CRIANÇAS ASSANDO MILHO E VENDENDO ALFAJORES







Após uma noite muito ruim de sono ou melhor noite que quase inteira dormida no banheiro acordei com a cara de quem havia sido atropelado por um caminhão, tínhamos combinado com o PINDALO E ANA de sair ás 08:00 do nosso hotel, mas meu estado estava péssimo e pedi que seguissem viagem pois precisaria de mais um tempo para me recuperar, meu parceiro MARIO foi ate uma farmácia local para comprar algum remédio, me trouxe um buscopan, apos medicado consegui retornar a viagem saindo de SALTA por volta de 12:00 hrs.
Será um carma! quando o MARIO resolve ficar bom é eu que padeço.

Ao sairmos da cidade foi visível a farra da noite anterior, muitos bêbados ainda na rua e restos de fogos de artifícios por toda parte.

Seguimos viagem com o objetivo de conhecer a famosa Ruta 9, via de aproximadamente 60 km, que separa Salta de San Salvador de Jujuy, cuja largura não ultrapassa 4 metros, ou seja, somente um carro ocupa toda a pista. Esta ruta serpenteia montanhas e além de estreita e de estar localizada em meio a uma densa floresta, possui nas suas extremidades grandes desfiladeiros e muitas curvas fechadas. É linda, mas exige extremo cuidado de quem a percorre de motocicleta. Atravessamos o trecho com muito cuidado e não ultrapassando os 60 km/h. Graças a Deus, tudo ocorreu bem, diferente de algumas histórias que ouvimos de outros motociclistas que tiveram sua viagem terminada neste trecho, por serem jogados para fora por carros em sentido contrário. Vencida esta etapa, logo passávamos por Jujuy, última grande cidade do norte argentino.E como em um toque de mágica tudo novamente se transforma de JUJUY em diante vocenao avista mais as florestas densas e tudo vai se transformando em cinza e vira pedra em um pescar de olhos.

Seguimos adiante e rumamos para a quebrada de humauaca no extremo norte argentino, no caminho entramos na cidade de PURMAMARCA de onde se avista o cerro siete colores sua maior atração, antes da entrada da cidade. Uma montanha com sete faixas de cores, formada de sedimentos acomodados umas sobre as outras ao longo de milhões de anos, um espetáculo da natureza. Uma parada para fotos, contemplação e um passeio na praça onde já acontecia a exposição de artesanato, batemos algumas fotos do local e do cerro, compramos folhas de coca para combater o mal de puna ( efeito da altitude sobre o corpo humano segundo a crença local) porque já começa daqui por diante a sentir os efeitos da altitude e voltamos para a estrada voltando e rumamos para TILCARA optamos em não subir em direçao ao chile, pois eu estava muito debilitado ainda.

Nos hospedamos em um hotel nesta minúscula cidade bem no centrinho e após um belo banho saímos para conhecer a cidade e surpresa neste dia que é 01 de Janeiro acontece na cidade o famoso carnaval de TILCARA já havia lido e ouvido falar confesso que não foi programado passar ali nesta data mas curtimos bastante, o povo local se encontra na praça divididos em três blocos, vem gente de outras localidades e de longe para curtir o famoso carnaval, cada bloco é uma diversão a parte, tocam um repertório próprio e bebem cerveja ao mesmo tempo dando voltas na cidade e na praça central você vê cada figura no meio dos foliões, para variar MARIO como bagunceiro de costume adentra num destes blocos e participa da bagunça, muito divertido foi este dia, acredito que foi o dia que mais me arrancou risadas.

Após o termino das comemorações do carnaval o povo se reunia em volta da praça continuando a beber, comemos llhama e galinha com salada no jantar e retornamos ao hotel o dia seguinte seria cansativo, passamos um pouco de frio quando saímos estava com uma temperatura agradável mais ao anoitecer a temperatura já cai bruscamente e olha que só estávamos a 2600 m.s.n.m.
km do dia 184km.



























































































Nenhum comentário:

Postar um comentário