23 de jan de 2014

18º dia passeio nas ilhas flutuantes de URUS e ilha de Tequile.


Logo cedo a van veio nos pegar no hotel, junto conosco duas brasileiras de Minas Gerais também aguardavam para fazer este passeio, por ter sido contratadas por agências diferentes achamos que passariam duas vans no hotel, mas, por coincidência fomos todos no mesmo passeio e mesmo barco.

Após 00:15 minutos de paradas para coletar turistas, chegamos ao porto de onde saem os barcos para as ilhas, navegamos por 1:45 minutos até as ilhas flutuantes de URUS, feitas de totora, uma espécie de junco que serve para fazer as ilhas e é meio de alimentação do povo local.


Fomos recepcionados  pelos urus, onde nos deram explicação de como vivem e se alimentam, e de  como fazem as ilhas. Se encontram nas ilhas artesanatos que as cholas produzem para vender para turistas, garantindo uma forma de arrecadar dinheiro para ajudar no sustento da família, por falar em família cerca de cinco famílias moram em cada ilha, elegendo um chefe, este é o responsável pela ilha.

É impressionante a forma de como vivem, um lugar muito úmido, tanto que a incidência de artrite é enorme neste povo, a ilha, as casas tudo é feito de totora, barcos para se locomover até as cidades também são de totora, tiramos umas fotos e cerca de 00:45 minutos após a chegada partimos para a ilha de Tequile, distante cerca de mais 2:00 de barco desde a ilha de Urus.

Ao chegarmos na ilha de Tequile fomos surpreendidos por uma forte ressaca, fazendo ondas que balançavam o barco, méritos ao piloto, fez umas manobras radicais até chegar ao porto, confesso que me assustei um pouco, mas tudo bem sustos a parte, vamos curtir esta ilha.


O povo que vive em Tequile tem sua própria política e costumes, desde vestimentas e religião e  mais de 5.000 pessoas habitam esta ilha, ilha totalmente isolada, vive do cultivo, pesca e turismo é considerada como a melhor mão de obra em confecções de artesanatos manuais de todo o PERU.

Nosso almoço foi na ilha, em uma típica casa local, almoçamos ao ar livre, o cardápio do dia era truta com salada arroz e batatas fritas ou um bife com batatas e ovos fritos, obtamos pela truta é claro, serviram após o almoço uma espécie de chá, contendo folhas de coca e ervas da ilha, caiu muito bem.

Terminado a almoço nos dirigimos ao barco, e agora são 3:00 hrs de navegação até a cidade de Puno, o negócio foi curtir e cochilar um pouco, pois as caminhadas na ilha nos levaram a mais de 4.000 metros, só o lago já se encontra a mais de 3800 metros, é cansativo subir estas escadas, falta ar.

Chegando na cidade o tour nos aguardava, nos levaram ao hotel, após o banho saímos para jantar fechando o nosso dia.



CHEFE DA ILHA APRESENTANDO A TOTORA




PEGA LADRÃO





ARTESANATOS DAS ILHAS








     MORADOR LOCAL......OPS....É O MEU PARCEIRO! A FACE É A MESMA







 ILHA TEQUILE








    TUDO MUITO SIMPLES, MAS É UM CHARME








VESTIMENTA DAS CRIANÇAS, TODAS IGUAIS













OUTRA ILHA AO FUNDO 







ALMOÇO AO AR LIVRE, NÃO PODERIA SER MELHOR. 




TRUTA....HUMMM DELÍCIA!   



 QUE GOROROBA!




MIB 



A SOPA DE ENTRADA NÃO FOI NADA PRA ESSE CARA, ELE COME MUIIITOOO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário