25 de jan de 2014

22º DIA

 Saímos de Arica no norte do Chile um pouco tarde neste dia, ficamos arrumando e redistribuindo a bagagem, pois como viemos de uma região de altitude e  fria a bagunça nas malas era total, e por alguns dias agora em diante teremos um clima mais quente, já estamos ao nível do mar.

Paramos em um posto de combustível logo na saída da cidade e nos encontramos com mais dois motociclistas de RS que também estavam retornando, abastecemos as motocas e combinamos de viajar juntos, nosso destino era o mesmo, a cidade litorânea de Antofagasta.

A alguns quilômetros depois da saída nos deparamos com a rodovia Panamericana em manutenção, tivemos que fazer algumas paradas, a pista de um  lado estava sendo recuperada, e isto teve que ser repetido diversas vezes ao longo do trecho, atrasando ainda mais o nosso dia.

Como saímos tarde e já era 12:00 hrs e não tínhamos rodado quase nada o jeito foi enrolar o cabo para poder chegar ainda de dia em nosso destino traçado para este dia, paradas só para abastecer e se hidratar, fizemos um pequeno lanche em quiosques encontrados em postos de combustíveis, rodamos sob um sol escaldante, mas sempre refrescados com uma brisa que sopra do oceano pacífico, que nos segue margeando a estrada a nossa direita.

 Chegamos a Antofagasta ao anoitecer rodamos 736 km nesta tarde e conseguimos presenciar um lindo por do sol do pacífico, no monumento natural LA PORTADA, que é uma formação rochosa que se encontra a alguns metros dentro do mar, eu comparo esta formação com a pedra furada de Urubici devido a semelhança, mas é claro, sem o mar....nossos novos amigos não foram até este cartão postal, foram direto para o centro para se hospedar.

Terminamos nosso dia jantando um salmão com uma cerveja artesanal e agregados, demos umas voltas no centro da cidade, coisa típica de litoral, muvuca não falta em cidades litorâneas.




































Nenhum comentário:

Postar um comentário