13 de jan de 2014

9º DIA Este dia eu sabia que seria um dia chato, também sabia que seria um adia de correria na fronteira, logo no café uma mensagem no meu celular me deixou muito feliz, um a casal de Mauá SP me contatou avisando que também estava nesta cidade, fazia alguns dias que vínhamos conversando e não tivemos a chance de nos encontrar.

O casal estava saindo de Iquique no norte do Chile em direção a Perú e estava saindo as 09:30 comentei com meu parceiro Selvino que pegaríamos o casal no caminho ou na fronteira, distante dali 312 km, tiramos a parte da manhã para fazer uma comprinha na feirinha da cidade e saímos as 11:00.


Subimos o morro do hospício, montanha atrás da cidade, porta de entrada e saída da mesma, neste morro se avista toda a cidade e também é o lar de esportista de parapente.


Iquique é considerada a capital sul Americana do voo livre.

Seguimos em direção ao Peru, e 316 km já estávamos dando adeus ao Chile, nosso destino agora é o terceiro país da viagem.

Passamos pelo norte em um deserto muito árido e por montanhas de tirar o fôlego, vales rios e ventos, emfim chegamos na última cidade mais ao norte do Chile, Arica, abastecemos e seguimos em direção a fronteira.


Chegando na fronteira avisto o casal de Mauá o Pindaro e a Ana, casal simpático que conheci em uma viagem ao deserto de Atacama em 2011. Como estavam adiantados no processo de saída do Chile nos deram uma mão com os tramites, isso nos levou cerca de 2:30 minutos.



Após a documentação estar em dia seguimos mais 2 km adiante até uma agência  para fazer o seguro SOAT seguro obrigatório no Peru, enfim tudo certinho seguimos por 52 km até a cidade de Tacna, nos hospedamos, visitamos o centro jantamos os quatro um belo ceviche com um belo vinho Casilero Del Diablo e fomos descansar.


                  IQUIQUE DO ALTO DO MORRO DO HOSPÍCIO








             TACNA NO PERU





           LINDA VESTIMENTA DA GUARDA MUNICIPAL









                PINDARO E ANA SE JUNTANDO A VIAGEM


Nenhum comentário:

Postar um comentário